O vereador Republicano Bispo João Batista, presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, rejeitou, na Sessão Plenária do último dia 13 deste mês, o Projeto de Lei no qual o Consórcio Intermunicipal tentava renegociar dívidas, a serem parceladas de 72 até 200 meses. 

O voto do parlamentar foi acompanhado pelos seus pares na Comissão. O plenário referendou a decisão e 18 vereadores derrubaram a proposta do Consórcio.

O Presidente Bispo João Batista disse tratar-se de uma excrescência tal reparcelamento, sem cobrança de multas ou juros, apenas com uma leve correção da inflação.

“Nem mesmo o INSS permite um parcelamento tão flexível. Nós estamos falando de quase 17 anos. É surreal”, afirmou o parlamentar, que acrescentou: “não temos absolutamente nada contra nenhum município, mas estamos apenas cumprindo o nosso dever, que é o de fiscalizar o Executivo”.

 

 

Texto e foto: Assessoria do vereador Bispo João Batista