WhatsApp Image 2019-08-21 at 16.46.21
Mulheres Republicanas: união para trazer transformação

São Paulo (SP) – Dados registram o atual cenário: mulheres são maioria no país. Segundo pesquisa recente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), elas compõem 51,5% dos 208,5 milhões de habitantes brasileiros. Em matéria de política, elas compõem 52,5% do eleitorado em todo o Brasil. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), são 77,3 milhões de eleitoras mulheres para 69,9 milhões de eleitores homens.

Já quando o assunto é representatividade pública, o padrão numérico não é o mesmo. Maioria ou igualdade não são termos que definem a realidade. Para citar alguns exemplos, dos 5.570 municípios brasileiros, apenas 649 possuem prefeitas. E do número de candidatos lançados nas campanhas de 2018, apenas 30% foram mulheres. Apenas o suficiente para cumprir a Lei nº 9.504/1997 que estabelece, em seu artigo 10, a obrigatoriedade de número mínimo de candidatas femininas.

Apesar da presente desproporção entre representantes masculinos e femininos, houve um avanço rumo à igualdade de gênero. O número de mulheres eleitas em 2018 avançou 52,4% em relação a 2014 no cenário geral. Para a Câmara dos Deputados, foram eleitas 77 parlamentares. Aumento de 51% na Casa Legislativa em relação a 2014.

 

Luta feminina

O PRB/Republicanos participou dessa mudança. Em 2018, o partido aumentou sua representatividade na Câmara dos deputados ao passar de duas para três deputadas federais. Um crescimento de 50% em relação às eleições de 2014. Nas eleições municipais de 2016, foram eleitas 11 prefeitas e 228 vereadoras em todo o país.

Somente em São Paulo, atualmente, o Republicanos tem uma deputada federal, Maria Rosas, uma deputada estadual, Edna Macedo, três prefeitas e 35 vereadoras. Esse trabalho foi realizado por meio do Mulheres Republicanas (antigo PRB Mulher), movimento social criado com o objetivo de lutar pelos ideais femininos e engajar cada vez mais mulheres na participação ativa no universo político.

Para o presidente estadual do Republicanos em São Paulo, Sergio Fontellas, esse crescimento foi um marco para o trabalho da militância feminina. “É objetivo do nosso partido dar maior espaço para as mulheres. Essas vitórias chamaram a atenção no nosso Estado. Lugar de mulher é e será, cada vez mais, na política.”

 

Protagonismo

WhatsApp Image 2019-08-21 at 16.44.27
Zuleika Ferreira durante um dos encontros entre as militantes republicanas

Para a coordenadora do Mulheres Republicanas na capital paulista, Zuleika Ferreira, o trabalho da militância feminina tem sido essencial para envolver um maior número de mulheres na política de São Paulo. “Já identificamos maravilhosas lideranças em diversos bairros paulistanos. Mulheres que já fazem política, que fazem o bem por seus grupos sociais. Apenas não foram eleitas ainda.”

Zuleika defende, ainda, que a maior ocupação de mulheres em cargos públicos depende, principalmente, do interesse e dedicação de cada uma. “As mulheres sempre foram presentes na política ao lado de grandes homens. Mas hoje temos a oportunidade e a responsabilidade de atuarmos, cada vez mais, como principais. Precisamos nos proteger e construir uma sociedade com sensibilidade e mais respeito. Vamos trabalhar ainda mais para que os direitos das mulheres e a representatividade feminina ganhe voz.”

69315726_1194734357400602_9067269388897353728_o
Maria Rosas e Carlinda Tinôco em campanha de combate à violência contra a mulher

O trabalho do Mulheres Republicanas, atualmente, reúne 16 secretárias regionais e 82 secretárias municipais. “Nossa palavra de ordem é união”, conta a coordenadora estadual do movimento social, Deputada Maria Rosas. “É com união que conseguiremos ter mais força para lutar por um Brasil justo, com estratégias e políticas públicas para pôr fim à violência doméstica, ao feminicídio e a tantas outras desigualdades que afetam as mulheres.”

A líder feminina defende, ainda, que “é a presença de mulheres na política que proporciona um maior diálogo e um pensar mais abrangente em torno de questões que estejam relacionadas às pautas femininas. Essa participação é fundamental para a criação e execução de políticas públicas e para ampliar nossos direitos”.

É mulher e deseja participar ativamente da política em sua região? Filie-se e faça parte do Mulheres Republicanas.

Informações: (11) 3342-5160

 

Texto: Fábia Zuanetti – Ascom PRB SP

Imagens: Wesley Ribeiro – Ascom PRB SP

Posts Relacionados