Projeto de lei sobre o tema foi proposto pelo vereador Fernando Mendes

Vereador destacou o caráter social da medida

Entrou em vigor este mês, em Campinas, a lei que cria o Banco Municipal de Órteses e Próteses.

De autoria do vereador Fernando Mendes, a norma tem como finalidade disponibilizar de forma gratuita materiais ortopédicos à população carente, exclusivamente aos atendimentos encaminhados através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os equipamentos, novos e usados, serão doados por pessoa física ou jurídica e emprestados, conforme explica o vereador Fernando Mendes. “Esta iniciativa busca ajudar aqueles que, em um momento de fragilidade, não possuem condições para aderir esses equipamentos”, acrescenta Mendes.

Consideram-se materiais ortopédicos cadeiras de rodas, cadeiras de banho, camas hospitalares, muletas, andadores, bengalas, tipoias, órteses e próteses, entre outros.

Os materiais ortopédicos só serão fornecidos após apresentação de solicitação médica, que deverá ser arquivada em local próprio para controle e futura devolução destes.

Texto: Ascom – vereador Fernando Mendes

Imagem: Ascom – vereador Fernando Mendes

Related Posts