Olá, amigos:

Na terça-feira passada (26), realizamos em Brasília um seminário no qual discutimos política,  democracia e justiça. Participaram do evento representantes dos poderes Legislativo e Judiciário, da imprensa e de diversos setores da sociedade. O meu discurso, que vocês podem assistir com atenção no vídeo abaixo, é muito esclarecedor sobre a posição do nosso partido diante das declarações antidemocráticas de pessoas ligadas ao governo. 

Quero afirmar a quem perguntou que, seja do governo ou da oposição, qualquer manifestação em apoio a mecanismos de censura ou mesmo de incitação à violência nas ruas terá o nosso repúdio. 

Para não restar dúvida: repudiamos de forma veemente qualquer incitação à violência por parte do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e de opositores ao governo. Não é hora de elevar a temperatura do debate político, mas sim de dialogar. Quem ganhou governa, quem perdeu espera a próxima eleição. Lula é um político experiente e espero que saiba se comportar. 

É importante esclarecer, também, que o Republicanos não faz parte da base do governo do presidente Jair Bolsonaro nem fazemos oposição sistemática. Somos independentes. O que isso significa? Significa que nós apoiamos aquilo que é bom, como as reformas estruturantes, mas rejeitamos o que é ruim, como as declarações recentes do filho do presidente e do ministro da Economia a respeito do AI-5. Simples assim. 

É uma postura coerente, honesta, transparente e democrática. 

Eu já disse por diversas vezes que eu e o meu partido comungamos com cerca de 80% da pauta do governo, seja no campo econômico ou de costumes, mas isso não pressupõe apoio incondicional a todas as ações do presidente e da sua equipe. Todas as vezes que a democracia for ameaçada, o Republicanos estará lá para reagir.

Não dizemos sim a tudo de forma bovina nem fazemos oposição pela oposição. Quem me acompanha há algum tempo sabe da minha característica apaziguadora, equilibrada e moderada.

Sabe que meu partido está mais preocupado em trabalhar para resolver problemas reais, como o desemprego, do que entrar em discussões infrutíferas nas redes sociais. Isso por acaso é ruim? Ao contrário: em tempos de gritaria na Internet, uma voz moderada no meio de tudo isso é benéfica para o País. 

Pensem nisso. 

Boa semana a todos. 

Marcos Pereira
Presidente Nacional do Republicanos
Vice-Presidente da Câmara dos Deputados

Site: www.marcospereira.com
Twitter: twitter.com/marcospereira04
Instagram: http://instagram.com/marcospereira1010
Facebook: www.facebook.com/marcospereira1010