Reunião dos Jovens Republicanos Capital SP

São Paulo (SP) – Dezenas de jovens, entre eles 23 representantes das zonais, marcaram presença na primeira reunião mensal do Jovens Republicanos Capital SP. O encontro ainda contou com uma conversa com o presidente municipal do Republicanos Capital SP, Marcos de Alcântara, e o secretário municipal do movimento, Fábio Cruz.

Assunto de grande interesse da juventude, Marcos de Alcântara explicou a importância da presença da nova geração nos espaços da política. “Os jovens precisam chegar ao poder”, diz ele, ao acrescentar que as políticas públicas que são discutidas hoje irão refletir no futuro dessas pessoas.

E uma das habilidades que podem ser utilizadas pelos representantes mais novos é o entendimento da tecnologia, que, muitas vezes, os mais velhos não entendem. Pensando nisso, o Republicanos Capital SP e o movimento de juventude pretendem lançar, para o próximo ano, uma ferramenta para combater as fake news e tornar as eleições de 2020 um processo mais justo.

Alcântara ainda ressaltou a necessidade da união entre os jovens que desejam um futuro melhor para suas regiões. Segundo ele, as redes sociais e a política de porta em porta serão importantes nesta missão, mas é preciso que todos trabalhem juntos. “É como um time [de futebol]”, exemplifica.

O grupo terá a garantia da legenda para um candidato à vereador ou vereadora pelo Republicanos na capital.

Participação ativa

Os jovens presentes também puderam tirar dúvidas e expressar suas opiniões sobre a participação no movimento. Entre os assuntos, discutiram a importância de possíveis gabinetes formados inteiramente por jovens, a busca por oportunidades de emprego para a nova geração e outros objetivos do movimento.

Para o secretário municipal do Jovens Republicanos, Fábio Cruz, a capacitação técnica da juventude, para a conquista do emprego, é uma das metas do movimento, que ainda pretende trabalhar a questão da tecnologia e inovação e estabelecer parcerias com instituições como o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola).

Fábio explica também que a participação dos jovens nas zonais é importante para propor melhorias nas regiões. “É importante dizer onde a política de juventude é deficitária. Pra gente debater sobre isso”.

Texto e fotos: Flávio Ribeiro / ASCOM Republicanos Capital SP