Republicanos foi o único partido que cresceu acima de 50% e São Paulo foi o estado com maior número de candidatas

 

A pandemia não impediu a realização das eleições de 2020 e isto é um marco para a democracia brasileira. A disputa foi aguda nas capitais e novos polos ganharam destaque. O Republicanos foi o único partido que cresceu acima de 50% e São Paulo foi o estado com maior número de candidatas (1.807) e ,ainda, com o maior número de eleitas (72). O partido cumpriu 34% da cota de mulheres negras. Em um ano tão atípico, ainda há o que se comemorar.

Das cinco cidades em que o Republicanos disputou no segundo turno das eleições municipais deste domingo (29), o partido elegeu os prefeitos Delegado Pazolini (Vitória-ES), Dário Saadi (Campinas-SP) e Rodrigo Manga (Sorocaba-SP). Além dos prefeitos, a sigla elegeu quatro vice-prefeitos, são eles: Capitã Estéfane (Vitória-ES), Rogério Cruz (Goiânia-GO), Professor Jesus (Guarulhos-SP) e Deuzinho Filho (Caucaia-CE).

No ranking político, o Republicanos está entre os partidos que mais ganhou prefeituras (203), de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se comparado à eleição de 2016, o salto representa 95%, já que à época, o partido registrava 104 filiados no comando das prefeituras. O Republicanos está entre os partidos que mais cresce e, segundo especialistas, tem grande potencial para ser a principal força de direita para 2022. O voto brasileiro prestigiou o partido em boa parte dos estados, como Pernambuco que, agora, registra 14 prefeitos. Entre eles, quatro são mulheres.

Como secretária Estadual do Mulheres Republicanas, acompanhei esse desempenho, especialmente, entre as candidatas. Hoje, representamos 56 vereadoras, três prefeitas e quatro vice-prefeitas em São Paulo. Esse é o resultado de um trabalho duro para promover a inclusão das mulheres nas esferas políticas. A mudança no cenário da sub-representação feminina na política requer uma ressignificação e uma transformação estrutural na história de vida de cada uma delas, reforçando seus valores e direitos e oferecendo capacitação. É fato que as eleições municipais 2020 já tem seu lugar na história do Republicanos! Sigamos rumo à 2022!

 

*Maria Rosas é deputada federal pelo Republicanos São Paulo e secretária estadual do Mulheres Republicanas SP

Related Posts