Republicanos defendem pauta municipalista e novo Pacto Federativo em homenagem a vereadores na Câmara
Republicanos defendem pauta municipalista e novo Pacto Federativo em homenagem a vereadores na Câmara

Por iniciativa dos republicanos Marcos Pereira (SP), Aline Gurgel (AP) e Maria Rosas (SP), a Câmara dos Deputados realizou Sessão Solene em homenagem aos 55 anos de Fundação da União dos Vereadores do Brasil (UVB), nesta segunda-feira (4). Durante a cerimônia, os parlamentares apoiaram a pauta municipalista e destacaram o papel imprescindível das câmaras municipais na articulação com os demais entes federativos e na valorização dos mais de 57 mil vereadores de todo o Brasil.

Aline Gurgel foi eleita vereadora pelo município de Macapá, em 2013, e foi idealizadora da União dos Vereadores do Amapá. “Sou deputada federal, mas continuo municipalista. Sou municipalista por visão de sociedade, por convicção ideológica e por racionalidade administrativa. Sentimos a necessidade de criar uma organização no nosso município para dar apoio ao trabalho de cerca de 163 vereadores do estado. Criamos a União dos Vereadores do Estado do Amapá (UVAP), vinculada à UVB, que hoje completa 55 anos”, afirmou a republicana.

Gurgel sempre defendeu a pauta municipalista. “O nosso estado irá bem se o município estiver bem, razão pela qual o estado e o país precisam se unir para avançar. É preciso descentralizar as decisões e destinar mais recursos para os municípios. Acredito que o desenvolvimento do nosso país será rapidamente alcançado se estabelecermos de maneira inteligente a autonomia municipal”, defendeu.

A deputada Maria Rosas ressaltou a importância de buscar, no seio da sociedade, as soluções para os problemas coletivos. “Meu pai, o senhor Evilasio Mendes, foi eleito quatro vezes vereador no município de Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Ele é a minha maior referência política e serviu por 16 anos sem receber nenhuma remuneração. Como legado deixou, entre outras coisas, o plantão de farmácias, projeto que garante o atendimento 24h. Essa proposta foi aprovada, rompeu os limites do município e hoje está em todo o Brasil”, destacou.

Rosas lembra que, por estarem próximos da população, os vereadores podem melhorar a vida das pessoas com atitudes simples que fazem a diferença. “O trabalho legislativo começa nos municípios e nas câmaras municipais. Faço uma homenagem especial ao presidente da UVB, Gilson Conzatti, e reafirmo o meu compromisso com todos os homens e mulheres que são representados pela UVB. Declaro-me, mais uma vez, favorável à pauta municipalista e defendo a proposta do novo Pacto Federativo, que possibilitará uma divisão mais justa dos recursos entre União, estados e municípios”, acrescentou.

O presidente da União dos Vereadores do Brasil (UVB), Gilson Conzatti, agradeceu a homenagem e pediu união ao Poder Legislativo. “Nos 55 anos da UVB, é a primeira vez que recebemos tão importante homenagem. Nesses anos de atividades tivemos muitas lutas e avanços na defesa dos vereadores, que são uma das maiores forças políticas do nosso país. Nós não aceitamos a desconstrução do parlamento municipal e defendemos que o Poder Legislativo esteja unido e conectado aos anseios da sociedade”, disse.

Em seu discurso, Conzatti relembrou as palavras de Ulysses Guimarães, político conhecido por sua atuação em defesa da democracia. “O homem público é o cidadão de tempo inteiro, de quem as circunstâncias exigem o sacrifício da liberdade pessoal, mas a quem o destino oferece a mais confortadora das recompensas: a de servir à Nação em sua grandeza e projeção na eternidade”, finalizou.

Ao final da Sessão Solene, todos os vereadores presentes receberam um certificado em reconhecimento ao trabalho em prol da comunidade e do desenvolvimento dos municípios.

Texto: Mônica Donato, Ascom da Liderança do Republicanos
Fotos: Douglas Gomes