As redes sociais são uma importante ferramenta nas campanhas eleitorais, pois são capazes de viabilizar uma comunicação direta entre os candidatos e o público. É pensando na transparência e o relacionamento com o eleitor, que as Mulheres Republicanas São Paulo traçam suas metas minuciosamente na batalha por mais espaço na política. Ao todo, 21 mulheres regionais se reúnem virtualmente para o planejamento de ações.

São mulheres de diversas regiões e que estão empenhadas a fazerem das eleições de 2020 um marco na história da participação feminina. Cada secretária regional tem o papel de levar as estratégias de trabalho para os municípios. Juntas, conseguiremos garantir bons resultados.

Atualmente, a tecnologia é uma grande aliada. As reunião por videoconferência aproximam mais as republicanas, inspirando e motivando. Agora, nossa expectativa é que novas ideias sejam sugeridas para alcançar cada vez mais mulheres e trazê-las para política. E é esse fortalecimento entre as mulheres a principal forma de se chegar a uma política de qualidade e que engloba todos da sociedade.

As candidatas também podem contar com a cartilha  “O que pode e o que não pode – orientações gerais de pré-campanha”, lançada pelo Republicanos. A publicação foi elaborada pela equipe jurídica do Diretório Nacional e está disponível para download aqui.

Como parlamentar e secretária do Mulheres Republicanas (SP), continuo na busca por mudanças. A participação feminina na politica é uma condição necessária para que os interesses das mulheres sejam levados em conta na elaboração das políticas públicas. Então vamos juntas, Republicanas! Com planejamento e dedicação alcançaremos o sucesso.

*Maria Rosas é deputada federal pelo Republicanos São Paulo e secretária estadual do Mulheres Republicanas de São Paulo.